Automalefício

Um  mal criado pela pessoa que acredita ser vítima de feitiçaria

Esta forma de negatividade é bastante frequente, o automalefício. Ele se apresenta em um grande número de pessoas, as quais criam seus próprios males. Uma pessoa imagina que é vítima de algum malefício, que fizeram contra ela magia e feitiços, ela cristaliza essa ideia e passa a procurar ajuda para quebrar o mal. Em muitos casos ela encontra pessoas que se aproveitam do sofrimento dela e começam a apoiá-la dizendo que ela é vítima de magia e criam uma série de histórias.

Em algum tempo a pessoa, começa a gerar o próprio mal, e a negatividade que produz, cria na sua vida uma série de problemas. Isso gera na pessoa um fenômeno de obsessão e de fixação neurótica que muitas vezes a leva a fazer todo o tipo de rituais para conseguir a libertação desse mal, que na maioria dos casos não acontece por que é ela quem gera o mal. Em casos como este não existindo feitiçaria não existe nenhum remédio, em raros casos a pessoa se  convence que o mal foi quebrado e ela se liberta do malefício que ela mesma criou.

Nem sempre a medicina tradicional consegue entender certas pessoas que sofrem de estados depressivos específicos ou de certas doenças, e quando ela não acha uma razão para o problema, a pessoa pode vir a acreditar que é vítima de malefício.

Um dos métodos eficazes contra o automalefício é a auto-sugestão consciente e positiva que pode ser unida a uma fé que pode ou não ser de cunho religioso.

Existem também os casos de pessoas que não são alvos de ações ocultas negativas premeditadas ou espontâneas mas que acabam sendo vítimas do automalefício devido a sua extrema sensibilidade energética por sentirem energias de pessoas ou locais, isso é muito comum de acontecer aos médiuns ou pessoas com muita sensibilidade energética.

No caso de automalefício a pessoa precisa ser tratada por uma pessoa idônea que ajude-a a desmistificar a ideia que já foi fixada e que trate da mudança de energia do seu campo espiritual que foi negativado por ela mesma. É um tratamento difícil e complexo por que não se trata de retirar um mal, mas se trata de retirar da pessoa a ideia que cria o mal.

Quem é vítima de um automalefício pode criar uma série de acontecimentos motivados pela negatividade que produz, pode vir a sofrer de inúmeras doenças e dores físicas, problemas psíquicos, problemas pessoais e profissionais e ter muito azar. No espiritual as sintonias semelhantes se atraem, portanto, se a pessoa está carregada de energias negativas ela vai atrair o azar e todas as coisas ruins. Os problemas variam de acordo a cada caso, sendo o tempo em que ela alimenta a ideia de ser vítima de feitiçaria um um fator importante.

Algumas pessoas procuram ajuda em lugares que usam seres do baixo astral e acabam piorando ainda mais a situação, pois, a pessoa com o campo vibratório debilitado e magnetizado negativamente se torna um ímã para que os seres se aproximem e fixem-se em sua vida.

 

.